Categoria: Foot fisting
Autor: Jorge







Estava voltando do trabalho e resolvi dar uma paradinha na lapa, centro do rio, para um chopp. Eu estava sozinho e ja com um tesao da porra. Parei num bar, em pe mesmo e tomei meu chopp gelado. No balcão tinha um cara ao meu lado muito gostoso, mulato, forte, de bermuda, camiseta e havaianas, tipo peao de obra. O cara estava com um pe apoiado no chao e o outro apoiado na sua propia perna, isso me deu uma vontade de provar aquele pezao. Do nada começamos a papear, e eu ja nao tirava os olhos do seu bração, da sua perna e do seu pe veiudo. Papo vai, papo vem, senti que o cara estava com a sola do pe encostada na batata da minha perna. Fiquei doido...disse que eu queria ir no banheiro, e com a maior cara de pau perguntei se ele tambem nao precisava ir...O cara disse que sim, e fomos juntos no banheiro sujo emijado do bar. La, de cara recebi o pe chulezento na cara. O cara meteu sey pe dentro do mictorio e me faz lamber. Eu estava quase gozando nas calças. De la fomos para um motelzinho e la realizei as minhas fantasias no pe daquele macho. Depois de alguma brincadeira com o dedo, ele me sugeriu enfiar o pe no meuu cu, topei, dizendo que senao aguentasse nao foçaria a barra. La fomos nos. Ele ditado, tocando punheta e eu sentando no dedao grosso do pe do macho. Para minha surpresa o pe começou a entrar no meu cu quando soltei o peso do corpo. O prazer era extremo. O cara gemia e se acabava na punheta. Eu , com o pau duraço, tentava engolir com o meu reto aquele pe magnifico, que ia aos poucos me invadindo. O cara começou a mexer od dedos dentro de mim, o que me despertou um prazer extremo, minha pica cuspia porra seu sequer eu tocar e finalmente senti o pe todo no meu rabo. Eu rebolava enquanto minha pica nao parava de gozar, escorria muita porra e mijo do meu pau. O meu macho pezudo gozou litros tambem. Nunca pensei que pudesse aguentar um pe dentro do cu, mas o prazer foi a mais eficiente anestesia!